FANDOM


Esse Mordomo, Atarefado
(その執事、多忙 Sono Shitsuji, Tabō)
Capítulo5
Publicação 18 de Janeiro de 2007
Volume 2
Arco Jack, o Estripador
Anterior ← Capítulo 4
Próximo Capítulo 6 →
Template: (ver) - (editar) - (discutir)

Esse Mordomo, Atarefado é o quinto capítulo do mangá de Kuroshitsuji.

PersonagensEditar

Por ordem de aparição:

Pratos servidosEditar

Em construção.

ResumoEditar

Em construção.

EnredoEditar

Sebastian narra o seu trabalho como mordomo, que envolve acorda mais cedo e ficar acordado até mais tarde. Uma vez arrumado, ele vai para os outros empregados e os dá suas tarefas. Ele então prepara o café da manhã e acorda Ciel.

Como parte do dever de um nobre, é esperado de Ciel que ele retribua à sociedade, o que ele planeja fazer através das preparações de Sebastian para alguns órfãos que virão visitá-lo no dia seguinte. Depois de ajudar Ciel a se vestir, Sebastian vai preparar isto. Ele começa o trabalho com a comida, mas é interrompido ao ouvir Mey-Rin gritar. Ela desatentamente adicionou trinta xícaras de sabão na máquina de lavar, ao que Sebastian comenta internamente que ela o faz sentir "intenções assassinas". Apesar disto, ele diz que entende e a ajuda a organizar a sala e lavar os tecidos, os estendendo tudo logo em seguida.

Ele retorna ao seu trabalho preparando a comida, mas é novamente interrompido ao ouvir uma explosão. Ele vai ver o que aconteceu: Baldroy usou um lança-chamas para cozinhar. Sebastian pensa para si mesmo que a comida de Baldroy é apenas carvão e que Baldroy poderia se transformar em carvão também. Ele então ajuda Baldroy com o almoço usando os alimentos que não haviam sido queimados e deixa a limpeza a cargo de Baldroy.

Tentando cozinhar pela terceira vez, ele de repente é abraçado por um Finnian soluçando. Perguntando o que ocorreu de errado, Sebastian é levado até o pátio onde Finnian destruiu o gramado usando um aspersor de herbicida que estava quebrado (desde o capítulo 1). Sebastian considera que ele é um idiota que o faz "sentir uma emoção profunda que vai além da raiva". Ele começa a retirar algum dinheiro e recomenda Finnian a comprar plantas novas. Quando Finnian pergunta o que ele deveria comprar, Sebastian diz que ele é o jardineiro e portanto deve projetá-lo. Animado, Finnian diz que gostaria de fazer uma jardim que parecesse um robô transformador, para o que Sebastian não tem uma resposta, mas dá a Finnian o dinheiro para comprar as plantas.

Sebastian afirma que precisa ver "ela", esta qual é posteriormente revelada como sendo um gato. Ele afirma que os gatos são os mais bonitos e que ele gosta deles pois não fazem ou dizem qualquer coisa inútil. No entanto, depois de um tempo ele tem de retornar ao trabalho e se despede do gato.

Enquanto ele tenta começar novamente o trabalho, os outros criados correm até ele, chorando e gritando. No entanto, eles param quietos quando veem o trabalho que Sebastian desenvolveu na preparação para os órfãos. Baldroy não está impressionado, dizendo que Sebastian estava evitando o trabalho, enquanto Finnian e Maylene declaram que este tipo de trabalho excelente é precisamente como ele.

Finnian pergunta quem é o cavaleiro representado na estátua feita de chocolate. Sebastian indubitavelmente responde que é Ciel Phantomhive, e logo nota que a cabeça da estátua está desaparecida, instantaneamente achando que foi um dos servos que comeu, mas todos negam. Com raiva, eles culpam Tanaka por ter feito isso, mas Sebastian avisa que é hora do chá da tarde.

Sebastian leva o chá até a sala de Ciel, e descobre assim quem é o ladrão, e o reprime por deixar a janela aberta. Ele termina comentando que mesmo convivendo com servos inúteis e um mestre egoísta, ser um mordomo não é um jeito ruim de viver.

NavegaçãoEditar

CAPÍTULOS DO MANGÁ ( ver - editar - discutir )